31.5.11

Obsessão


Essa mulher que passa leva os teus cabelos,
teus castanhos cabelos que desmancho e emaranho
como um viajeiro perdido a procurar o caminho.
Essa que vi na praia e me olhou pensativa,
tem os teus olhos vagos que parecem guardar a inquietude
e as tristezas infinitas do mar...
Aquela outra, na rua,
a levar tuas formas e o ritmo de teu andar,
eu a sigo inquieto,...
colhendo-te em cada passo,
no pensamento...
Estás em todos os instantes...
Surges, e me surpreendes numa voz,num sorriso,
num olhar, num gesto...
Encontro-te dispersa em mil vultos que passam,
e mil detalhes estranhos
são a tua presença ...
Hoje, em cada mulher que vejo,há um pouco de ti
descompassando o meu coração,
e esse sentimento visionário que me acompanha
faz da tua lembrança
uma obsessão...

(texto: jg de araujo jorge/ óleo sobre tela: di cavalcante)

2 comentários:

  1. ººº
    Lido bem com obcessoes ;)

    Tudo bem contigo?

    Beijoo

    ResponderExcluir
  2. oi Nany, minha linda!!! obrigada por participar la no blog de decoração...ai se eu fosse vc ja começava a ver tudo pra começar a fazer uma reforma como é bom mexer com obra!!! eu estou amando Nany faça sim é tudo de bom nem que seja só eu seu quarto, nossa renova a vida da gente... te dou a maior força viu rsrs

    bjus minha amada e querida amiga do coração!

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...