16.4.10

E Depois do Adeus


Quis saber quem sou,
O que faço aqui.
Quem me abandonou,
De quem me esqueci.
Perguntei por mim.
Quis saber de nós...
Mas o mar,
Não me traz
Tua voz.

Em silêncio, amor.
Em tristeza e fim.
Eu te sinto, em flor,
Eu te sofro, em mim.
Eu te lembro assim.
Partir é morrer.
Como amar
É ganhar
E perder.

Tu viste em flor
Eu te desfolhei.
Tu te deste em amor
Eu, nada te dei.
Em teu corpo, amor,
Eu adormeci.
Morri nele
E ao morrer
Renasci.

E depois do amor
E depois de nós,
O dizer adeus,
O ficarmos sós.
Teu lugar a mais,
Tua ausência em mim.
Tua paz
Que perdi,
Minha dor
Que aprendi.
De novo vieste em flor
Te desfolhei...
E depois do amor
E depois de nós
O adeus,
O ficarmos sós.

(compozição: josé niza)

7 comentários:

  1. Quero sentir teu brilho.
    Teus sorrisos em palavras.

    Saudades,

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Nany
    Lindos poemas! Na simplicidade do sentir está a nobreza do amor que encanta e supera qualquer dor! E que a ternura estampada em teus versos te faça cada vez mais feliz!Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Saudades é pouco!
    Quero sentir-te mais perto.

    Mimo para você no Blog...
    http://selospat.blogspot.com/

    Beijos e um domingo especial amada.

    ResponderExcluir
  4. Desejo amada, que seu dia seja muito especial.

    http://selospat.blogspot.com/

    beijos em ti.

    ResponderExcluir
  5. Dpois do adeus tudo muda...muda o ritmo,,muda a vida e os sentimentos....linda imagem,,,,uma bela semana pra ti...beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ola Muito bela sua Poesia, eu adorei.

    beijos
    siby

    ResponderExcluir
  7. Um beijo carinhoso pra ti querida e uma linda semana cheia de amor e paz...e muitas canções...violão afinadissimo...

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...