26.4.10

Do Desejo


E por que haverias de querer
minha alma na tua cama?

Disse palavras líquidas, deleitosas, ásperas,
obscenas, porque era assim que gostavamos.
Mas não menti gozo, prazer, lascívia...
nem omiti que a alma está além, buscando
aquele outro.
E te repito: por que haverias
de querer minha alma na tua cama?

Jubila-te da memória de coitos e de acertos.
Ou, tenta-me de novo. Obriga-me.

(Hilda Hilst - Do Desejo - 1992)

9 comentários:

  1. Ah.... esta foto é divina.
    As palavras do poema também.
    Apenas desejos me vemem a cabeça!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito desse poema.
    Realmente sexo é tudo de bom, mas com amor, com entrega total de corpo/alma é diferente, é uma entrega única, plena.

    Bom dia Nany!
    Bjo carinhoso amiga!

    ResponderExcluir
  3. Forte ,,,intenso,,cheio de desejos,,,de extases,,,de sonhos....beijos minha querida menina,,,,um lindo dia pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Uau! Sensual, ardente, excitante...

    Adorei!

    Beijinhos, e uma boa semana.

    Gil

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga....tá sumida hein...espero que esteja tudo bem...
    Amiga quero que vc conheça meu novo blog:
    http://felicidadeamelhorterapia.blogspot.com/
    esse é meu blog de vida...aquele que falamos de coisas do cotidiano...
    Bjs...Mar...

    ResponderExcluir
  6. ººº
    Olá gatinha... td bem?

    Passando p'ra conferir as novidades, e sabe onde me encontrar, tá?

    Bjooo

    ResponderExcluir
  7. Desejos,poesias...ahhh coisa boa menina..
    saudades de ti

    ResponderExcluir
  8. Excitante.
    Delicioso poema, desejos...
    Amei teu blog!
    Se puder visita meu cantinho.
    Beijos doces como mel
    da Mel.

    ResponderExcluir
  9. Que profundo
    Adorei
    Bjssssssss de saudadesssss

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...