12.11.09

Me Tens...


Me tens...
Me olhas inteira,
dos pés à cabeça e me desnuda
com o olhar.
Olhar que me obriga...
Teu olhar.

Me tocas com desejo
no ventre com flores e velas
e, chicote nas mãos.
Mãos que me acariciam...
Tuas mãos.

Mas, amas teu altar.
De água perfumada me banhas,
tua amada escrava...
Me encharcas o coração.
Coração que por ti pulsa...
Meu coração.

E me vestes de seda de vento
e, de terra e de água... e de fogo...
Me arranha, me lambe, me lanha
e ateia em mim o que aflora meu gozo.

Por fim, cuidas de mim
e te deitas comigo.
Me faz teu abrigo, refúgio escondido
dos olhos daqueles que não compreendem
teu querer...




(foto= Photoblog)

17 comentários:

  1. Que lindo!
    Ainda não tinha vindo aqui...
    Amei de paixão este cantinho.

    A sua poesia está repleta de sentidos... tão bom!

    Um beijo em ti Nany!

    É sempre um prazer ter você por perto.

    Joie

    ResponderExcluir
  2. Menina, esses seus poemas são uma viagem ao infinito do desejo, eu vou lendo e me perdendo pelo caminho, encaixando cada cena numa madrugada de sonhos, é amor, é intensidade, é paz, é delirio, loucura....muito bom, um dia ainda vou escrever assim, ao menos tentar...rs..rs....beijos no coração e um lindo dia pra ti...

    ResponderExcluir
  3. Nanyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy,mata esse mininu veio,mata,aff,saio duma under pression para outra,puf ufa1 afffffmaria amei isso tudo,incorporastes Cassandra Rios!,
    Bzu em coração seu,minina dos angelicais e sacros contos affff!

    Bzu mãos suas miga caríssima!

    Viva Vida

    ResponderExcluir
  4. Bonito "ter"!

    Linda foto.

    Saudades.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso.
    O desejo é apenas um elemento dentro da poesia.
    "Por fim, cuidas de mim e te deitas comigo." Isso é sensacional, está acima do desejo, do tesão... É envolvimento é querer mais.
    Menina, tuas palavras encantam e teus sentimentos são lindos.
    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga, é tão gostoso essa troca de carinhos de amizade que temos diariamente, é um sentir que tem sentido sentir...rs.rs..rs...meio louco .....fico feliz com sua amizade, e saiba que ela me dá forças pra seguir em frente e o Livro tambem...beijos na alma e um lindo final de semana pra ti...

    ResponderExcluir
  7. Descobri este canto e nele naveguei, descobrindo o sabor dos textos e o perfume das palavras e o calor do sentimento

    Parabens

    Bj
    Luis

    ResponderExcluir
  8. uma poesia que encanta ...instiga e nos faz querer mais...
    beijos joao

    ResponderExcluir
  9. Um beijo minha querida e um lindo sabado pra ti....paz nesse coração de ouro

    ResponderExcluir
  10. ººº
    Para ti minha querida, desejando um bom fim-de-semana esperando que disfrutes de todo o amor que idealizaste para ti... é importante para a estabilidade emocional.

    ♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

    ResponderExcluir
  11. Um lindo domingo pra voce querida, obrigado por todo carinho...beijos

    ResponderExcluir
  12. Nany saudades linda...que linda poesia ...rômantiquinha ,adorooooooooo rômantismo,tudo q é rômantico...

    bjinhus Nany linda,uma semaninha cheia de carinho pra vc....

    ResponderExcluir
  13. Uma semana muito linda pra voce minha querida amiga, muito amor e paz no coração...beijos na alma.

    ResponderExcluir
  14. Soltos aromas a terra molhada
    A geada cobre o ventre da ilha
    Dos golfinhos só resta a lembrança
    Do alto um milhafre comtempla a maravilha

    Subi ao sítio mais alto
    Contemplei no longe Santa Maria
    Desci ao vale a caminho do sul
    Fechei os olhos ao que sentia

    Sete são os sortilégios
    Sete são as dores sentidas
    Sete eram os filhos de pé descalço
    Sete eram as almas perdidas

    Sete!
    Eram mais dois de rosto franco
    Ele empurrava uma carroça com os mais novos
    Ela limpava o suor ao sorriso sem espanto

    As dores da pobreza perdem-se nos ais
    Uma oração compõe a esperança
    Quando os sonhos fogem à ambição
    O Universo é mais do que o que a vista alcança

    Não há grades para a loucura
    Não há rumo para o fim do mundo
    Boca que pede pão e amor
    Não solta na fúria qualquer queixume

    Frias são as noites
    Ah mas esta lava que te abriga
    Tem tatuada mil risos de criança
    Tem cheiro a pão e voz amiga

    Crepita o fogo nas pedras e na alma
    Cose as tuas redes ó pescador
    Alisa a madeira ó carpinteiro
    Mulher Mãe sem pão, alma carregando a dor

    Na aurora acontece o canto dos pássaros
    O bocejo de um catraio
    Um abril prenhe de esperança
    Um baptismo lá para Maio

    Mais um!
    E já lá vão sete, almas singelas
    É o que Deus nos quis dar

    Quatro paredes onde respiram criaturas belas

    O destino ditou a sina em mãos rudes
    As linhas não deram rumo para palácio de nobres
    Mas a conta sete, surgiu vincada
    E uma contradição...felizes e pobres...

    ResponderExcluir
  15. Huuummmm
    Que olhar é esse, amigaaaa ???
    Delícia te ler amiga.
    Desculpe a minha ausencia.
    Viajando a trabalho.... fim de ano é complicado p/ mim.
    Muitas saudades de vc.
    Espero que esteja td bem
    Bjssssssss no coração

    ResponderExcluir
  16. AFFFF! NANY:

    INTENSO,VULCÃO ESSE SEU,QUE TEXTOS LINDOS EMANA ,EM SUSSURROS E AMALGAMENTOS DE CORPOS,COMO SE UNO FOSSEM!TRANKILO ESTOY,AMADA NANY,AQUI E AGORA E SEMPRE,CHEGO,COM BALÃO DE OXIGENIO,CARDIOLOGISTA,E CAMINHÕES DE GIORASSOIS,PARA O SOL ILUMINAR,ESTA ESGIMA DE CORPOS,AFFFFF!
    BZUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

    NANY AMADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    VIVA VIDA!

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...