17.10.09

Meu Desejo


Meu desejo tem rosto

e formas de homem

Nem bem fecho os olhos

Me ponho a sonhar

Com olhos de um azul

profundo e agreste

que o próprio céu

tentou imitar...

No peito ele esconde

báu de sentimentos

e são doces os momentos

do seu afagar.

Que lábios, que boca

já são meus tormentos.

E que mãos, e que dedos

que escrevem o gozar

Mas dorme esse homem

no quarto de outra

Me sentindo em suas mãos

sem poder me tocar.

Noutras bocas se perde

Mas guarda o caminho

E caminho eu sozinha

o tentando encontrar

Se despe das dores

dos sonhos se veste

e me invade faceiro

no meu delirar

Meu desejo tem nome

e formas de homem

Nem bem abro os olhos

ele some no ar



8 comentários:

  1. Lindo, a gente sempre a sonhar com um amor impossivel,ou quase, dorme em quarto de outra...ficou legal isso, muito sentimos essa distancia do amor pelas madrugadas....não sei se ja disse, mas seu presentinho ja ta no Livro presentes....beijos e otimo sabado.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito!
    Maravilhoso!
    Beijos Tempestuosos!

    ResponderExcluir
  3. ººº
    Amei estas palavras... li com muita atenção.

    Nany... consegues passar uma mensagem quase real, acredita, me senti esse homem, rs

    Bjos...incongruentes em teu coração

    ResponderExcluir
  4. Oi doce amiga,

    To correndo um pouco,mas volto depois pra ler o poema,a conexao ta ruim,aqui ta chovendo muito,mas assim que conseguir,venho,sento e leio com calma e carinho,ta ?


    Doces Beijos

    Doce Essencia

    ResponderExcluir
  5. Uma semana muito linda pra voce minha querida...leve meus beijos carinhosos de paz.

    ResponderExcluir
  6. Um belíssimo poema, gostei imenso.
    Boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Amiga..

    Linda toda a tua escrita..
    És das poucas que me fazem parar,ler e reflectir..

    Simplesmente..PERFEITO!!

    Bjo em ti..dos meus..

    ResponderExcluir
  8. Lindo o poema...
    Às vezes tão verdadeiro...
    Beijos,
    Tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...