21.7.09

O Bem e o Mal



Eu guardo em mim
dois corações;
um que é do mar,
um das paixões.
Um canto doce,...
um cheiro de temporal.

Eu guardo em mim
um deus, um louco, um santo
um bem e um mal.

Eu guardo em mim
tantas canções
de tanto mar,
tantas manhãs.
Encanto doce,...
o cheiro de um vendaval.

Guardo em mim
o deus, o louco, o santo
o bem, o mal.

*
(danilo caymmi)

4 comentários:

  1. Lindo!
    Coração.... ai ai viu!
    Beijos Tempestuosos!

    ResponderExcluir
  2. Querida Amiga

    Saudades de estar aqui contigo.
    E bom voltar...renovada,mas ainda assim com alguns pesares.
    Ficarei bem...eu sei...
    E qto ao poema...e vdd..sinto dentro de mim td isso e mais um pouco.

    Doces Beijos

    Doce Essencia

    ResponderExcluir
  3. Amo essa música!!!

    Bom dia Nany...bjo carinhoso!

    ResponderExcluir
  4. Sim, todos guardamos essas personas em nossa essência, são elas que nos induzem a pesar os valores e contradizê-los, questioná-los, são elas que julgam nossas acções, que se unem para dar um verdicto sempre final a uma determinada questão, e, enfim, somos o misto deste todo associado às nossas vivências de ser, em cada um dos papéis que desempenhamos em nosso quotidiano, e somos sempre únicos, porque assim nos manifestamos, e assim somos reconhecidos na sociedade, que nos acolherá ou nos rejeitará. O encanto doce é mais forte , é mais puro, sempre mais aceito e amado. O louco actua no improviso e sobrevive às tragicomédias, o santo humilha-se e luta diante das desigualdades e o deus que habita em teu coração te faz respirar a vida e amor , portanto és e serás sempre "Um" porque todos juntos o tornam forte! Abraços,Juan Huelles-Porto-PT

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...