10.7.09

Medo de Amar nº2


Você me deixa um pouco tonta,
assim meio maluca
quando me conta essas tolices e segredos;
e me beija na testa, e me morde na boca,
e me lambe na nuca...
Você me deixa surda e cega.
Você me desgoverna
quando me pega, assim,
nos flancos e nas pernas
como fosse o meu dono
ou então meu amigo
ou senão meu escravo...

E eu sinto o corpo mole...
e eu quase que faleço
quando você me bole e bole
e mexe e mexe
e me bate na cara,
e me dobra os joelhos,
e me vira a cabeça...

Mas eu não sei se quero ou se não quero
esse insensato amor
que eu desconheço
e que nem sei se é falso ou se é sincero
que me despe e me vira pelo avesso.

Não eu não sei se gosto ou se não gosto
de sentir o que eu sinto
e que me atormenta
e eu confesso que tremo desse sentimento
que de repente chega
e que me ataca...

E, assim, me faz perder-me
e nem saber se esses carinhos
são suaves ou velozes
se o que escuto é o silêncio
ou se ouço vozes...

*
(simone)

3 comentários:

  1. hum que amor que me deixa mole quase me desfaleçe... ai eu sei como é isso.

    adorei.. me senti toda nesse poema.

    obrigada sempre sempre pela suas visitas !!

    beijos no coração!
    um otimo final de semana!!

    ResponderExcluir
  2. Linda a letra dessa musica..
    faz tempo que não escuto..
    otimo final de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa, amiga!
    Não conhecia!
    Linda!
    Beijos!
    Saudades!

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...