18.5.09

Duas Lágrimas


Quero sentir vontade
De abraçar teu corpo
De afagar teu peito
E de beijar teu rosto

Quero sentir vontade
De morder sua boca
Entre quatro paredes
As sensações mais loucas

Quero sentir na pele
O toque mais sublime
De tua mão macia,
'Ágil', quente e firme

E em meio à madrugada
Encostada a teu lado
A solidão me invade
E eu fico amargurada.

Afago teus cabelos
Beijo tuas costas e nada
Caem dos meus olhos
Duas lágrimas geladas.

Quero sentir vontade
Ao amanhecer
Mas teu olhar tão frio
Me diz pra me esquecer.

*

(Wando)

5 comentários:

  1. Sei exatamente o que isso, amiga ...
    Quem em algum momento da sua vida não provou da indiferença ??
    Faz parte da vida e temos que aprender a gostar só de qm gosta da gente.
    A fila anda !!!
    Mas sei o qto é dificil ... alar é fácil, sentir na pele é outra história ...

    Hj compartilho essas lagrimas com vc ... mas como diz minha amiga Deusa.... "Amanhã é outro dia " !!!

    Bjssssssss com carinho
    Hellena

    ResponderExcluir
  2. Minha linda, olá, boa semana para vc e quer saber, se a indiferença bater, claro, também já fui vítima dela, levante a cabeça, seque a lágrima e siga em frente, nada pode justificar aceitarmos a indiferença, beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  3. Oi Nany ...

    Os momentos escolhidos por vc sao perfeitos!

    É amanha!
    Bjos
    Ela
    Palavras a Dois

    ResponderExcluir
  4. Bonito poema...gostei dos seus blogs....sensuais....interessantes...parabens
    joao

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema do Wando.
    Foto que deixa a quem aqui visita,
    com vontade de afagar!

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe-me, aqui, uma gota de ti...
Deixe-me o sonhar, o desejo...
Divida comigo teu sentir...